Como as emoções interferem na sua vida

por | 7, out 2020 | Desenvolvimento Pessoal, Saúde | 0 Comentários

Atualmente, a maioria das pessoas que você conhece, provavelmente, vivem a “flor da pele” e desenvolver a capacidade de controlar as emoções têm sido cada vez mais difícil. 

Várias razões podem ser associadas a isso. A primeira é que a sociedade de hoje possui muito mais responsabilidades do que a de antigamente, as pessoas vivem em uma correria extrema e, ainda assim, as 24h do dia são insuficientes para realizar todas as tarefas.

Isso faz com que muita gente perca o controle, que viva estressado e sempre no limite. 

Por isso que um dos maiores desafios de hoje é conseguir encontrar uma maneira sadia de lidar com as emoções para não permitir que elas afetem negativamente o indivíduo.

Sendo assim, o equilíbrio emocional não é somente uma estratégia para autodesenvolvimento ou aprimoramento dos relacionamentos pessoais, mas sim uma necessidade para viver bem diante as situações da vida.

Desse modo, ao controlar suas emoções você pode também pode coordenar melhor seus pensamentos e ações, focar na resolução de problemas e tomar decisões mais conscientes. Continue lendo para entender mais.

Como desenvolver equilíbrio emocional? 

Agora você já deve estar convencido sobre a necessidade de desenvolver equilíbrio emocional para conseguir viver uma vida mais tranquila e saudável. 

Na verdade, o equilíbrio deveria ser o objetivo principal a ser buscado, porque é por ele que os resultados são alcançados.

Entretanto, é comum que a ordem seja trocada, muitas pessoas acreditam que ao conseguir realizar suas metas, tudo ao seu redor vai se resolver magicamente, mas não é isso que acontece e elas acabam frustradas.

Uma vida tranquila e saudável é apenas a consequência e não o motivo. 

Então você precisa aprender a controlar suas emoções para poder chegar a esse ponto.

Pensando nisso, uma lista com algumas dicas será exposta a seguir. 

  • Identifique as emoções negativas e observe em quais situações elas aparecem, se estão presentes constantemente ou se precisam de algum gatilho para aparecer.

Todo mundo possui sentimentos ruins e tudo bem se deixar abalar por um momento, é normal, mas não permita que isto tome conta do seu ser

  • Encontre justificativas para explicar a maneira como se sente, seja bem racional, ainda que você não ache o motivo importante, se ele pode te afetar, quer dizer que não é tão insignificante assim. 
  • Pratique alterar seu estado emocional, substitua emoções negativas por positivas. Sendo assim, se você estiver triste, não busque ficar mais ainda, faça coisas que costumam te alegrar. 
  • A respiração é um exercício básico e essencial para ajudar você a retomar o controle da situação. Respire fundo e conte até 10. 
  • Faça uma lista de alguns dos seus momentos, filmes, livros, músicas ou qualquer outra coisa que te desperte um sentimento bom. Leia essas lembranças sempre que estiver se sentindo mal.
  • Acredite que você pode controlar suas emoções. Muitas pessoas desejam a estabilidade emocional, mas sabem que é muito difícil, logo sentem que é impossível e para qualquer coisa se realizar é preciso que você acredite na possibilidade 
  • Se convença de que você precisa de foco e determinação diariamente e não desista de buscar o seu equilíbrio.

Conclusão

Portanto, o humano é completamente dependente de afetividade e é um ser social, isso significa que ele possui necessidade de estabelecer relacionamentos, assim como o de se sentir amado e querido pelas pessoas ao seu redor.

Muitas vezes, as próprias emoções podem estar dificultando para indivíduo e, por isso, a estabilidade emocional é tão importante.

Ela ajuda a levar a vida de maneira mais leve, pode prevenir a depressão e ansiedade e garante melhores relacionamentos interpessoais. Além de promover o autodesenvolvimento e autoconhecimento.

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.