O que é roda da vida e como usá-la no processo de coaching

por | 9, out 2020 | Coaching | 0 Comentários

Já sentiu como se você nunca conseguisse ajeitar sua vida? Parece que sempre que você arruma uma área, outra se desfaz e você fica preso nesse ciclo sem fim. Essa é a situação ideal para a roda da vida ser aplicada. 

Não é incomum que as pessoas priorizem um determinado campo e se esqueçam de outro, por conta dos compromissos diários com o trabalho, casa e as correrias do dia-a-dia.

Nesse sentido, a falta de foco pode ser muito prejudicial para você de modo individual, comprometendo sua saúde, e, também, pode atrapalhar suas relações afetivas, familiares e amorosas.

Não, você não precisa de um clone para dar conta de tudo ou de um dia com mais de 24h, só precisa organizar seu tempo melhor e encontrar um equilíbrio 

Por esse motivo a roda da vida é muito utilizada nos processos de coaching. Ela, basicamente, trata de ajudar as pessoas a identificarem as suas questões próprias que necessitam de mais atenção e cuidado.

Além disso, auxilia na definição de um plano de ação para que você possa colocar sua vida de volta nos eixos e não se sinta mais fora do controle. 

Caso você queira descobrir como você pode fazer isso, leia o artigo até o final, porque ele vai responder suas principais dúvidas sobre o assunto.

Afinal, o que é roda da vida? 

A roda da vida foi um dos primeiros exercícios criados pelo coaching e teve sua origem na década de 60, graças ao americano Paul J. Meyer, seu fundador.

Ele se tornou muito famoso por causa de seus trabalhos e livros baseados na área de motivação e até hoje ainda apresenta palestras sobre o tema.

É comum que as pessoas sempre queiram chegar a algum lugar além, seja na vida pessoal ou profissional, mas elas nem sequer sabem onde estão.

A metodologia de Transformação Humana criada pelo Instituto Viver com Propósito, defende a necessidade de fazer uma espécie de “raio X” na vida do cliente.

A forma mais usada é definição por meio de um gráfico de pizza, em que cada setor representa essa chamada “área fundamental da vida” e a pessoa analisada deve determinar seu nível de satisfação em cada uma das divisões.

Assim, é possível lançar um olhar mais atento em alguns dos aspectos mais relevantes e que precisam de mudança.

A partir disso possibilita um maior autoconhecimento e torna mais fácil descobrir o que precisa ser feito para alavancar.

Sendo assim, ao conseguir responder questões sobre o motivo pelo qual você não consegue conquistar o que tanto deseja, permite que você aja diretamente sobre o problema e consiga resolve-lo. 

Isso é, basicamente, a roda da vida, uma “radiografia” da sua existência atual. 

Como funciona a roda da vida? 

Tradicionalmente, a ferramenta funciona a partir da divisão de um círculo em 12 setores de avaliação baseados no seu grau de satisfação em cada um: 

  • Saúde: não apenas física, mas emocional e mental também.
  • Desenvolvimento intelectual: leva em consideração se você tem se sentido satisfeito com o nível que tem aprendido.
  • Equilíbrio emocional
  • Realização: você se sente que, profissionalmente, está prosperando?
  • Recursos financeiros
  • Contribuição social: mede o impacto positivo que você pode causar nas pessoas com o seu trabalho.
  • Família
  • Relacionamento amoroso
  • Vida social
  • Hobbies e diversão: você tem tempo para aproveitar a sua vida? 
  • Plenitude: você se sente feliz com a sua vida? 
  • Espiritualidade: não diz respeito apenas a religião, pode ser sobre qualquer teoria que transcende a realidade

Conclusão

Assim, a roda da vida funciona por meio de avaliações pessoais sobre as suas áreas fundamentais, experiências diárias e seus relacionamentos.

Desse modo, você pode descobrir o que precisa de mais atenção e tentar equilibrar tudo.

Não se esqueça que para alcançar a realização pessoal e a felicidade plena é necessário que você cuide de todas as áreas da sua vida.

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.