O que eu aprendi com o livro O jeito Harvard de ser feliz?

por | 25, nov 2020 | Desenvolvimento Pessoal, Propósito de Vida, Saúde | 0 Comentários

O livro “O Jeito Harvard de Ser Feliz – o Curso Mais Concorrido de Uma Das Melhores Universidades do Mundo”, do autor Shawn Achor, faz muito sucesso em todo o mundo.

Shawn Achor é um autor americano e palestrante que é bastante conhecido por sua defesa da psicologia positiva, tendo uma carreira brilhante nos Estados Unidos e seu nome mencionado por todo o planeta.

Quem lê o seu livro mais famoso consegue tirar dele diversas lições que podem ser aplicadas na vida, melhorando-a de forma geral.

Mas o que se pode aprender com “O Jeito Harvard de ser feliz”?

A partir de agora irei lhe contar o que eu aprendi com a obra-prima do Shawn Achor e como ela também pode mudar a sua vida.

Vamos lá!

O Jeito Harvard de ser feliz

Neste livro, Achor mostra que as pessoas em geral seguem uma determinada fórmula: emprenhar-se em algo para obter sucesso e só após ter sucesso é que se pode alcançar a felicidade.

Entretanto, segundo o autor essa fórmula está incorreta e por isso gera tanto problema para a maior parte das pessoas.

Se o sucesso fosse a chave para a felicidade, então qualquer trabalhador que conseguisse aumento salarial ou promoção no emprego atual seria feliz.

Ou então todo estudante que conseguisse a aprovação no vestibular seria extremamente feliz.

Para ser mais geral, qualquer pessoa que alcançasse uma determinada meta, não importa de que natureza fosse, seria extremamente feliz.

Portanto, esperar pela felicidade faz com que você restrinja o potencial do seu cérebro para o sucesso, e no caminho contrário, cultivar a positividade faz com que estimulemos a motivação, a criatividade, a produtividade e melhoremos nosso desempenho.

Para Achor, nós conseguimos alcançar o sucesso quando estamos mais felizes e somos mais positivos, e não o contrário, ou seja, não é o sucesso que leva à felicidade, mas a felicidade que ajuda a alcançar o sucesso.

O autor cita no livro sete padrões específicos, funcionais e comprovados de sucesso e realização, que são:

  1. O Benefício da Felicidade
  2. O ponto de apoio e a alavanca
  3. O efeito tetris
  4. Encontre oportunidades na adversidade
  5. O círculo do zorro
  6. A regra dos 20 segundos
  7. Investimento social

No livro, você pode conhecer mais profundamente cada um deles e o que eles indicam.

O que eu aprendi com o livro do Shawn Achor

No livro “O Jeito Harvard de ser feliz”, eu aprendi que a nossa felicidade é condicionada em um ponto futuro.

Que a felicidade implica em um estado de espírito positivo no momento presente e em uma perspectiva para o momento futuro.

Aprendi que a felicidade precede o sucesso e não o contrário, como muitas pessoas ainda acreditam até hoje.

Que temos muito mais sucesso quando nós estamos felizes e somos positivos, o que nos leva a alcançar os resultados esperados.

Isso tudo mostra que nós precisamos mudar nosso padrão, que precisamos deixar de equiparar o alcance da felicidade apenas se alcançamos primeiro o sucesso.

Conclusão

Como você viu, o livro “O Jeito Harvard de ser feliz” é um dos mais famosos do mundo escrito pelo Shawn Achor, que nos ensina muito nessa obra.

Neste texto, mostramos que o principal ensinamento do autor é que a nossa felicidade está condicionada a um ponto futuro.

Nós vivemos como se fossemos ser felizes apenas após encontrar o sucesso, mas que na realidade só alcançamos o sucesso se estamos felizes.

Gostou do artigo de hoje sobre o que eu aprendi com o livro “O Jeito Harvard de ser feliz”? 

Se você ficou com alguma dúvida sobre esse assunto, escreva-a abaixo nos comentários para que eu possa ajudá-lo.

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.