O que vem primeiro: Sentimento ou Pensamento?

por | 13, ago 2020 | Saúde | 0 Comentários

Apesar de sentimento e emoção serem usados como sinónimos, não são. 

Enquanto o primeiro é definido como estado emocional em relação a alguma coisa, o segundo é uma expressão psicofisiológica ou biológica.

Portanto, os sentimentos são mais duradouros que as emoções, mas as emoções são mais intensas.

Já o pensamento é a capacidade de formar ideias ou representar a realidade em sua mente.

Nesse sentido, a maneira como você se sente e pensa influencia na sua personalidade, na forma como interpreta o mundo e, também, na sua tomada de decisão.

No entanto, o que será que vem primeiro: o sentimento ou pensamento? Qual deles você deveria priorizar? 

Continue lendo para saber. 

Razão e sentimento

Os dois coexistem, não é possível você deixar apenas um predominar, porque sua vida vai virar uma bagunça. 

Nessa perspectiva, a mente racional leva mais tempo para registrar e reagir do que a mente emocional.

Esse seu “primeiro impulso” encontrado em uma situação emocional é feito pelo coração, não pela cabeça, justamente por existir essa diferença de velocidade entre assimilação e ação.

No entanto, há também um outro tipo de reação emocional que é mais lenta que a resposta rápida e isso estimula seu pensamento antes do sentimento

Por exemplo, quando você encontra uma conhecida que acabou ganhar neném, se o seu primeiro sentimento foi achar a criança feia, o seu pensamento vai reagir primeiro e quase instantaneamente responder “que bebê lindo! ”

Nesse tipo de reação, a emoção é mais lenta que o pensamento, normalmente, isso ocorre em momentos de embaraço ou a de apreensão.

Porém, de qualquer forma, você precisa SENTIR antes de pensar, precisa se sentir embaraçado ou apreensivo para essa rota mais lenta assumir. 

Sendo assim, caso você ainda esteja se perguntando qual vem primeiro, a resposta é o sentimento, uma vez que a razão sem emoção não tem sentido.

Pode parecer besteira mas entender e saber controlar a relação entre ambos é  fundamental para fomentar sua inteligência emocional.

A inteligência emocional é sua capacidade de administrar as próprias emoções e manipulá-las a seu favor.

Isso te permite compreender o sentir de outras pessoas, fazer escolhas conscientes e, ainda, adquirir uma melhor qualidade de vida.

Além disso, como já mencionado a emoção está associada também à personalidade e motivação das pessoas. 

Se eu puder escolher, por quem devo optar?

Escolher com a razão pode ser resumido em “o que você deve”, enquanto com o sentimento em “o que você quer”.

O conflito existente entre o dever e a vontade é gigante e buscar uma lógica para seguir pode ser mais difícil ainda.

Os pensamentos mais comuns são: “se eu seguir meu coração no final posso acabar me decepcionando” ou “se eu for racional demais, pode ser que me impeça de viver momentos incríveis”

Realmente não é fácil, mas o melhor conselho é evitar extremos e tentar dosar o máximo possível.

Se você for sentimentalista demais pode se machucar demais, mas por outro lado, se for muito racionalista vai acabar se privando de muito. 

Dessa forma, o equilíbrio ideal seria utilizar seu lado racional para avaliar os riscos, visualizar as vantagens e analisar todas as possibilidades.

Enquanto, seu lado emocional pode ser usado de forma mais consciente, seguir o que você quer, mas sabendo dos perigos que pode estar correndo e, também, traçar alternativas caso o pior aconteça.

Conclusão

Portanto, busque refletir bastante antes de tomar decisões, independente de seguir a lógica ou o sentimento

Em ambos os casos você pode se dar mal, mas agir por impulso, definir os prós e contras e pensar em estratégias são essenciais para diminuir os impactos, estar preparado nunca é demais.

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.