Quantas horas eu preciso dormir para ter um bom dia?

por | 1, out 2020 | Saúde | 0 Comentários

Todo mundo já ouviu alguma vez que dormir bem é fundamental para a saúde e, provavelmente, já se perguntou sobre o motivo. 

Não é uma mentira, o sono é essencial para o organismo realizar a restauração celular. Em outras palavras, enquanto você dorme o seu corpo será “renovado”, recuperando tecidos e trazendo estímulo para o novo dia que vai se iniciar.

É por essa razão que dormir pouco ou demais pode ser prejudicial neste processo.

Nesse sentido, a National Sleep Foundation, um instituto de pesquisa dos Estados Unidos, publicou recomendações sobre a quantidade de horas de descanso baseada em cada faixa etária. Observe: 

  • 0-3 meses: 14 a 17 horas
  • 4-11 meses: 12 a 15 horas
  • 1-2 anos: 11 a 14 horas
  • 3-5 anos: 10 a 13 horas 
  • 6-13 anos: 9 a 11 horas
  • 14-17 anos: 8 a 10 horas
  • 18-64 anos: 7 a 9 horas
  • 65 anos ou mais: 7 a 8 horas

Nesse cenário é válido ressaltar que cada pessoa possui um relógio biológico específico e isso significa que a liberação dos hormônios funciona de acordo com o ciclo circadiano de cada um. 

Desse modo, você pode precisar de mais ou de menos horas independente da sua idade. Se quiser saber mais sobre o assunto, continue a leitura. 

Mudança de rotina

Independentemente de quantas horas de sono você precise para se sentir bem-disposto, é evidente que a mudança de hábitos pode melhorar significativamente a qualidade do seu sono.

Nesse cenário, desenvolver uma rotina é um ótimo jeito de alcançar esse objetivo.

Sendo assim, estipule um mesmo horário para acordar todos os dias, pratique algum exercício físico, trabalhe e separe um tempo para lazer também.

É comum que o estresse do dia-a-dia prejudique o seu sono e, por conta, da ansiedade você não consiga “desligar os seus pensamentos” mesmo quando já está na hora de dormir

Por isso, realizar uma espécie de ritual é indispensável para relaxar, como tomar um banho quente, beber um chá, ler ou escutar músicas calmas e tranquilizantes.

Além disso, adotar uma alimentação mais balanceada, com menos gordura, também auxilia a possuir uma boa noite de sono. 

Assim como a medição, para poder aliviar seu corpo de todo a tensão acumulada e clarear sua mente para a resolução dos problemas.

Quais as consequências de não dormir suficiente? 

As consequências da privação do tempo ideal de sono são sentidas em relação a faixa etária. 

Nesse panorama, bebês quando não conseguem dormir as horas suficientes, como expressado na tabela, tendem a desenvolver maior irritabilidade, impulsividade e hiperatividade. 

Em longo prazo, os resultados são, inclusive, mais graves porque pode comprometer o desenvolvimento físico e intelectual, por exemplo.

Já nas crianças e adolescentes, os distúrbios de sono podem significar notas ruins, dificuldade nas tomadas de decisões e diminuições das conquistas acadêmicas.

Quando relacionado aos adultos em que o principal motivo é trabalho, dormir pouco influencia na atenção e disposição.

Sendo assim, a saúde é afetada independentemente da idade do indivíduo, existem estudos que apontam, ainda, a possibilidade de aumento dos riscos de doenças cardiovasculares, obesidade e maior predisposição a diabetes.

Além de problemas de memória e aprendizado.

Assim, o sono é essencial para que o corpo possa organizar o seu funcionamento e é importante não negligenciar essa necessidade, caso contrário sua saúde vai ser prejudicada.

Conclusão

Fica claro, portanto, o quanto dormir é de suma importância para manter o seu corpo e a sua mente saudáveis. 

Dessa forma, é válido que você adote bons hábitos, como uma alimentação mais equilibrada e prática regular de exercícios físicos, para que a qualidade do seu sono seja preservada e você viva melhor.

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.