Tudo tem polos?

por | 20, nov 2020 | Desenvolvimento Pessoal, Propósito de Vida | 0 Comentários

O quarto princípio do Caibalion a ser visto aqui é o princípio da polaridade. E o que isso significa?

Segundo esse princípio, “tudo é duplo, tudo tem polo, tudo tem o seu oposto. O igual e o desigual tratam-se da mesma coisa, os opostos são idênticos em natureza, mas são diferentes em termos de grau”.

Pelo princípio da polaridade, os extremos se tocam, todas as verdades são meias verdades e todos os paradoxos podem ser reconciliados.

Então fica a dúvida, realmente tudo tem polos?

Isso é que nós iremos mostrar aqui a partir de agora, nesse artigo completo a respeito desse assunto.

Vamos lá?

O princípio da polaridade e o os polos existentes

Tudo é duplo, tudo tem dois polos, tudo tem o seu par de opostos, o igual e o desigual são a mesma coisa (os opostos são idênticos em natureza, mas diferentes em grau).

O que isso quer dizer?

Exemplificando, isso significa que o frio e o quente são a mesma coisa, eles são idênticos em natureza, mas são distintos em grau.

Nós entendemos isso porque o ser humano criou equipamentos, como é o caso do termômetro, para medir temperaturas diversas, e saber que um dia está fazendo uma temperatura alta, e no outro uma temperatura mais baixa.

Além disso, nós sentimos essa temperatura mais baixa e falamos que está frio, e ao sentirmos uma temperatura mais alta dizemos que está fazendo calor ou que algo está quente.

Mudar o grau de algo é muito fácil, mas o difícil é mudar a natureza de alguma coisa, por exemplo, passar do frio para o quente.

Essa polaridade existente se reflete em tudo o que existe na nossa vida, isso é um fato, por isso é que só é possível dar valor às coisas do mundo em que você consegue ver o contrário.

Você só consegue perceber como é bom quando tem um lugar bom para dormir, seja de luxo ou não, porque você sabe ou já experimentou dormir em um local em que havia muitos problemas, como em comunidades mais pobres.

Você só sabe que aquela comida determinada que está comendo é boa porque já provou outras que eram de péssima qualidade, e assim por diante.

O fato é que a natureza é idêntica, mas o grau muda.

A natureza da comida é a mesma, mas o grau de sabor, de preparo, etc., é diferente entre as que são ótimas e as que são péssimas.

Então, não há dúvidas, tudo tem dois polos, tudo tem o seu inverso, o ódio e o amor, por exemplo, são a mesma coisa, possuem a mesma natureza, mas estão em graus diferentes.

O princípio da polaridade está em sua vida

Algum dia você já amou muito alguém e, hoje, odeia aquela pessoa?

Algum dia você já foi extremamente crente ou descrente em um Deus superior e hoje já não crê mais nisso?

Algum dia você desejou muito morar em um local frio e hoje adora a escolha de estar morando em um local quente?

Tudo isso faz parte do princípio da polaridade na sua vida e tudo isso mostra que tudo possui dois polos, o ying e o yang.

Por meio do conhecimento do princípio da polaridade, você poderá mudar a sua própria polaridade e ainda a dos outros, desde que aplique tempo e estudo para dominar essa arte.

Conclusão

Como você viu, o princípio da polaridade é o quarto princípio do Caibalion e mostrar que para tudo há polos distintos.

Neste texto, mostramos algumas práticas de distinção sobre os polos, deixando claro que todas as coisas que são opostas, na verdade, são a mesma coisa em sua natureza e que divergem apenas em grau, como o amor e o ódio.

Gostou do artigo de hoje sobre tudo tem polos?

Se você ficou com alguma dúvida sobre esse assunto, escreva-a abaixo nos comentários para que eu possa ajudá-lo.

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.